Fomos ver os peixes

Este fim-de-semana aproveitámos o tempo nublado para fazer um programa cultural com as nossas miúdas. Nestas idades (3 e 2 anos), um dos programas preferidos mete sempre animais. A Helena já foi ao Oceanário com a escola, mas aí nós não pudemos acompanhá-la e ser nós a dar as explicações, nem pudemos ver o entusiasmo dela durante o passeio. Depois de uma semana com varicela em casa, estávamos mesmo a precisar todos de apanhar um bocadinho de ar e fazer alguma coisa divertida juntos. O pai teve a ideia de irmos ao Fluviário de Mora (que pela publicidade feita nos outdoors parece não valer nada a pena), mais ou menos a uma hora de nossa casa.

Não podia ter sido um programa mais bem escolhido. Longe do sol que a Helena ainda não podia apanhar, e quase vazio.

É um “museu” infelizmente muito pouco explorado. Fiquei surpreendida com a qualidade do espaço e a variedade das espécies. Há várias salas cheias de peixes de todos os tamanhos e cores, há tartarugas e lontras marinhas, há uma anaconda com uma clarabóia em vidro onde os pequenos podem enfiar a cabeça e vê-la de (ainda mais) perto. É pequeno o suficiente para não se tornar monótono e cansativo mas grande o suficiente para uma grande diversidade marinha. As miúdas estavam felizes! Depois ainda há um restaurante (onde não fomos) e uma sala cheia de animação, com desenhos de peixes para pintar, plasticinas, microscópios para os mais crescidos, e tintas de água (onde passámos quase duas horas e tivemos de as tirar contra vontade).

Cada vez dou mais valor a estes momentos em que temos a sorte de poder dar a conhecer aos nossos filhos este mundo em que vivemos.


T-shirts e calções Amor Algodão (uma das primeiras parcerias do blog ♥)
Sandálias Pisamonas


 PicMonkey Collage

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Instagram @monozigosisters_