Ida ao médico

4 Comentários

Eu sei que estas fotografias não estão com grande qualidade. Foram tiradas com o meu telemóvel, antes e durante uma consulta de pediatria com a Helena, e levaram uns retoques quando as passei para o computador. Ainda assim, achei que eram bastante fidedignas do que é uma ida ao médico com crianças pequenas (um ar ligeiramente assustado no início, alguma desconfiança, e depois de mexer em todo o material da médica, total à-vontade e queixas de todas as suas maleitas – neste caso, uma ferida quase impercetível no joelho).

Fiquei traumatizada da última vez que tive que levar a Helena às vacinas. Acredito que haja mais crianças por aí que não se portem como anjinhos antes de levar uma pica. Eu era igual. Lembro-me bem de a minha mãe, quando éramos pequenas, nos dizer “amanhã vamos às vacinas”. Eu já não comia, nem dormia bem, a pensar no drama do que ia acontecer no dia seguinte. Depois tirávamos à sorte quem ia primeiro, e esperávamos pelo fim da tortura. Quando se tratava de vacinas fora do plano nacional de saúde, a Ana e eu fazíamos verdadeiros tratados explicativos sobre o por quê de não precisarmos daquela vacina da meningite ou outra. Mas sempre sem sucesso. (Hoje em dia já não sou mariquinhas com agulhas, e até dou sangue de vez em quando).

Da última vez que levei a Helena ao médico (à consulta dos três anos), ela não ia levar nenhuma vacina mas já estava com medo à partida. No dia anterior, passámos a tarde a brincar aos médicos: pica para aqui, estetoscópio para ali. É uma das brincadeiras preferidas (enquanto não passa da brincadeira). À noite disse-lhe que no dia seguinte íamos ver a Doutora Brinquedos. Ela não é fã deste desenho animado, mas gostou da parte dos “brinquedos”. Quando chegámos à sala de espera, não viu grandes brinquedos de jeito e disse-me que queria ir embora, mas quando começou a consulta e ela percebeu que na sala havia estetoscópios verdadeiros, uma médica muito simpática (que até a deixou ouvir o próprio coração), e confirmou que não ia levar uma pica, descansou! A partir daí, ficou totalmente à-vontade: começou a descrever todas as feridas (na esperança de receber um adesivo com bonecos), a pedir para levar as canetas todas da propaganda médica para casa, e chegou a entregar a minha chave do carro à médica, num gesto simpático de pagar toda aquela delicadeza!

Viemos embora a saber que a Helena já pesa 17 quilos e mede 1 metro ♥

(O próximo desafio é conseguir levá-la a um dentista)


Vestido Os Patinhos ♦ Meias Os Micamés ♦ Sapatos Pisamonas


PicMonkey Collage-2

PicMonkey Collage1-2

4 Comentários em “Ida ao médico

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Instagram @monozigosisters_