MAC-ilhagem

9 Comentários

Ainda antes de vos falar sobre o meu novo plano de nutrição, que quero contar com alguma experiência no assunto – ainda vamos no início -, volto ao tema M que me é tão querido. Tenho várias amigas que sabem que me maquilhei no dia do meu casamento – várias delas também o fizeram. Gostaram do meu resultado e acho que gostam das experiências que faço para jantares, festas e para o dia-a-dia. Com tudo isto, acabou por acontecer: fui desafiada por um grupo de mulheres de várias idades, várias profissões (só conheço uma delas). Umas com muitos filhos, outras com poucos e outras com nenhuns.

A ideia era simples: ajudá-las a maquilharem-se com as coisas que têm. Anda meio mundo cansado com o impingir de produtos e o outro meio mundo é homem e não se maquilha. Perceberem de que forma podem exponenciar os diferentes formatos de cara, as diferentes situações e os diferentes produtos que têm. Dar-lhes a minha lista de all time favourites e poderem tirar ideias de coisas que precisam e nem sabiam existir. Jogar com a maquilhagem, porque é isso que me fascina neste tema, onde acredito MUITO que a formação trás o formalismo e não necessariamente a criatividade. Gosto de ter chegado aqui por tentativa erro, orgulho-me disso. É um orgulho que não vale nada, mas é meu.

thumb_IMG_2982_1024 thumb_IMG_2951_1024 thumb_IMG_2956_1024 thumb_IMG_2960_1024

A forma como saio de casa dita muito de como me irá correr o dia. Quando ponho todo o empenho naqueles sete minutos de concentração sei que irei poder fazer a diferença na vida das pessoas com quem me cruzar, tal como as mulheres arranjadas fazem na minha, todos os dias. Fazemo-lo por nós, fazemo-lo por eles e fazemo-lo por elas. E este desafio, faço-o por elas: porque como diz o nosso povo, melhor do que dar a cana é mesmo ensinar a pescar! Para esta sessão arranjei novos pincéis MAC – já cheios de etiquetas por função para não os misturar – e alguns básicos que me estavam a faltar – um bom iluminador e Aquele batom nude. Como vou dizendo por aqui, trato a maquilhagem como um investimento: prefiro esperar meses e namorar um bom pincel a comprar mais barato e depois passar dez minutos a tirar todo o pelo que foi sendo largado pelas bochechas. E cada um destes que está aqui vale cada cêntimo!

thumb_IMG_2973_1024 thumb_IMG_2972_1024thumb_IMG_2950_1024

9 Comentários em “MAC-ilhagem

  1. Aninhas! Que cores de baton (e modelos MAC, se souberes) recomendas para lábios fininhos?? Tenho a ideia que os encarnados, apesar de muito na moda, não ficam bem em bocas fininhas…Beijinhos 🙂

    1. Querida Mafalda concordo 100% com o que dizes mas tenho um truque: batom com algum brilho. A partir daí podes ir até aos encarnados sem stress 😉 Mas aconselho-te dois que vais adorar da Mac (ficam péssimos experimentados em loja porque a luz deles é terrível mas quando chegas a casa vais ver que são top em termos de duração, brilho qb, cor linda e cheiro!!): Modesty A65 (nude) e Captive A75 (uva). Beijinhos e depois diz-me o que achaste!

  2. Adoro este tema
    E adorava assistir a um workshop para aprender a utilizar bem a maquilhagem
    Era bom que dessem dias de marcas e preços
    Obrigada!

  3. Oi Ana, quero agradecer pelo workshop de maquiagem, foi ótimo mesmo! Hoje tive mais gosto nos 7 minutos heróicos, apliquei os produtos na ordem correta, usei os que não sabia utilizar, coisas valiosas que aprendi contigo no ws. E arrisquei o eye liner, não ficou ótimo mas vou seguir tentando! Adorei conhecê-la, este trabalho que você e sua irmã fazem é muito importante e inspirador. A beleza é Divina e estarmos arranjadas é um apostolado muito forte, pois a beleza leva à Verdade e à Bondade. Convida-me sempre que for dar ws giros, adoro! Bjs

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Instagram @monozigosisters_