O meu mal é sono

4 Comentários

IMG_7738


Os meus boa noite, dorme bem hoje em dia são num misto de resignação e inveja. De o ver a dormir profundamente enquanto eu faço o meu papel de mãe. Acho que no dia em que voltar a dormir uma noite inteira faço uma festa do pijama para festejar o exagero de horas seguidas a dormir.


Há quatro meses que não sei o que é dormir uma noite seguida. Aí uns 120 dias de privação do sono. 4 da manhã, 5 da manhã, oiço o meu despertador humano. Mas pareço a única a achar que isto é coisa de mártir. Do outro lado das minhas queixas há normalmente um sim, isso é normal, mas vais ver que te habituas ou um a mim essa brincadeira durou até ele fazer um ano. Não é animador. Dir-se-ia que já sabia ao que vinha, afinal esta já é a #2. Mas não. A Helena dormia que nem um anjo desde os dois meses, num mínimo de 8 horas, e ao Sábado não a ouvíamos antes das 10. Minha rica filha. Que me deixou mal habituada. Os meus boa noite, dorme bem hoje em dia são num misto de resignação e inveja. De o ver a dormir profundamente enquanto eu faço o meu papel de mãe. Acho que no dia em que voltar a dormir uma noite inteira faço uma festa do pijama para festejar o exagero de horas seguidas a dormir. A menina da Sephora convenceu-me finalmente de que eu precisava mesmo de um anti-olheiras (comprei o da Sephora), que nunca antes tinha tido lugar na minha carteira. E há umas semanas acordei ao volante do meu carro com um estrondo enorme, para me deparar com um cenário de guerra: o meu carro tinha levado outro a reboque e estavam os dois bastante esfrangalhados. E ainda assim, esta bela que de adormecida não tem nada, continua a parecer-me a melhor coisa do mundo. Coisas que não se explicam.

4 Comentários em “O meu mal é sono

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Instagram @monozigosisters_